2a edição do INDUSTRIART acontecerá no XXII Eco Festival do Peixe Boi, em Novo Airão

166

Nos dias 15, 16 e 17 de novembro acontecerá em Novo Airão, distante 202 quilômetros de Manaus, a 2ª edição da Feira da Indústria, Artesanato e Turismo (Industriarte). O evento que é promovido pela Prefeitura Municipal de Novo Airão em parceria com o SEBRAE, será realizado paralelamente ao XXII Eco Festival do Peixe-boi.

O objetivo do INDUSTRIART é alavancar o comércio e a economia local, através da comercialização dos produtos artesanais e moveleiros. Trata-se de um espetáculo à parte, produzido pelos expositores do município nas áreas de produtos artesanais e da gastronomia, com destaque à Associação de Moveleiros de Itaúba. Outro ponto positivo é a participação de instituições de financiamento ao empreendedorismo como BASA (Banco da Amazônia), Caixa e AFEAM (Agência de Fomento do Estado do Amazonas).A expectativa dos organizadores é a consolidação da feira quanto à participação de público, geração de negócios, disseminação de conhecimentos e promoção de produtos regionais.

De acordo com a secretária municipal de Indústria e Turismo, Suzianne Oliveira, a Feira pretende movimentar a economia local com a comercialização dos produtos artesanais, agroindústria e movelaria, além do balcão de negócios. “Como vai acontecer na mesma data do Festival do Peixe-boi, será mais uma atração que o município oferece aos visitantes, com o objetivo de criar alternativas de crescimento e desenvolvimento econômico ao município” comenta a secretária.

Setor Moveleiro

O município também enfrenta o desafio de resgatar os empregos que o setor moveleiro oferecia há alguns anos. O prefeito de Novo Airão, Frederico Júnior (MDB), atesta que o trabalhador do município certamente lembra quando o setor moveleiro e a indústria naval ofereciam mais de 400 empregos diretos, além dos indiretos no interior do município. “Atualmente todos os dias desperto com dezenas de pessoas, em frente a minha casa, à procura de trabalho na prefeitura. A recuperação desses postos de trabalho é o maior desafio da administração decidiu enfrentar”, aponta.

A estratégia é o investimento na qualificação profissional e do processo produtivo do setor moveleiro e parceria com a indústria da construção civil do Estado para promover a produção, a venda e geração de empregos e renda.

Contudo, apesar da carência de mão de obra qualificada em Novo Airão, o município dispõe de bons profissionais. Inclusive com premiações em concursos nacionais como o artesão Simião Anhap que já arrematou vários prêmios nacionais.

Diante desse quadro, o prefeito Frederico Júnior, anunciou o propósito de firmar uma parceria com o Sinduscon (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Amazonas) para alavancar a produção e venda dos produtos do setor moveleiro de Novo Airão. O foco são esquadrias de madeira como janelas e portas, móveis, objetos de uso doméstico e decoração.

A equipe do Senai se prontificou em colaborar para o agendamento de um encontro entre o prefeito Frederico Júnior e os sindicatos de empresários da construção. Também serão elaborados demonstrativos (portfólio) dos produtos do setor moveleiro para serem apresentados nas reuniões.

O desafio para desenvolver o polo moveleiro também inclui a juventude. A proposta sugerida pelo técnico do Senai, José Moreira, foi de criação de um centro de treinamento, no município, voltado para a formação de mão de obra com o menor aprendiz.

Comentários