Nos Siga nas Redes Sociais
Manaus, AM, sexta, 07 de outubro de 2022

Amazonas

Deputado Serafim Corrêa diz que retorno de garimpeiros ao Rio Madeira atesta ausência do Estado brasileiro!

Publicado

no

O deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) criticou, na manhã desta terça-feira (12), na tribuna da Assembleia do Amazonas, a ausência do Estado brasileiro nos rios que compõem a Amazônia e que estão sendo alvos constantes do garimpo ilegal, como é o caso do Rio Madeira, na região de Autazes e Nova Olinda do Norte.

“Vejo com muita preocupação esse fato. Hoje [12 de julho], o Jornal A Crítica traz destaque para este assunto: ‘Garimpeiros voltam a descer o Rio Madeira’. Este não é o garimpeiro artesanal. Uma balsa desta custa, no mínimo, R$ 1 milhão. Quem tem R$ 1 milhão não é um garimpeiro artesanal. Tem alguém por detrás deles. Para que estas balsas funcionem, elas precisam de diesel. E esse diesel está sendo roubado pelos piratas dos Rios Madeira e Rio Purus. Isto é algo que diz respeito a todos os poderes em todos os níveis”, disse o deputado.

O líder do PSB na Casa Legislativa apontou a necessidade do aumento do efetivo da Marinha do Brasil para o monitoramento dos rios amazônicos.

Serafim diz que retorno de garimpeiros ao Rio Madeira atesta ausência do Estado brasileiro /  Foto: Marcelo Araújo

Serafim diz que retorno de garimpeiros ao Rio Madeira atesta ausência do Estado brasileiro / Foto: Marcelo Araújo

“Do que adianta termos 200 mil fuzileiros navais na Praia de Copacabana, em Ipanema, no Leblon, no Rio de Janeiro, e não termos corvetas monitorando os rios amazônicos? É aqui que a Marinha tem que aumentar o seu efetivo. Diminui no Rio de Janeiro e aumenta aqui. Monitora os nossos rios, protege as nossas balsas que levam os combustíveis para os lugares mais distantes, onde o amazonense teimosamente persiste em ser brasileiro”.

Para Serafim é preciso união dos governos federal, estadual e municipal para reforço nas medidas de segurança e proteção da região.

“Reitero que não pode continuar a ausência do estado brasileiro no sentido amplo. Governos federal, estadual e municipais têm que encaminhar soluções. A violência está grande na cidade, mas nos rios ela está tão grande ou até mais do que nas cidades”, concluiu.

Serafim diz que retorno de garimpeiros ao Rio Madeira atesta ausência do Estado brasileiro /  Foto: Marcelo Araújo

Serafim diz que retorno de garimpeiros ao Rio Madeira atesta ausência do Estado brasileiro / Foto: Marcelo Araújo

Sou o idealizador do No Amazonas é Assim e um apaixonado pela nossa terra. Atualmente, participo de diversas ações e discussões na área de cultura, comunicação digital, turismo e empreendedorismo, além de ações sociais.

Asfalta Manaus

MANAUSAsfalta Manaus – pavimentando o caminho de uma nova cidade

O cuidado cada vez mais perto

O cuidado cada vez mais perto

Bora Falar de Direito?

Confira as dicas de direito

Agosto dourado: mês de incentivo ao aleitamento materno

Agosto dourado: mês de incentivo ao aleitamento materno

Falando de Contas

Programa do TCE-AM

Facebook

Prefeitura de Manaus

Últimas notícias da Prefeitura de Manaus

Assembleia Legislativa do AM

Últimas Notícias do TCE-AM

Tribunal de Contas do AM

Últimas Notícias do TCE-AM

Últimas Atualizações