Home Notícias Política Governo atende indicação de Adjuto Afonso e anuncia isenção de ICMS para energia solar

Governo atende indicação de Adjuto Afonso e anuncia isenção de ICMS para energia solar

1 minutos lido
7

Na manhã desta terça-feira, 6, o Secretário de Estado da Fazenda, Alfredo Paes, entrou em contato com um programa de TV local, e anunciou que o Amazonas vai aderir à isenção de imposto sobre a mini ou microgeração de energia solar fotovoltaica, denominada de ICMS 16. A solicitação foi feita pelo deputado Adjuto Afonso (PDT), através de “Indicação” ao governo do Estado, com o objetivo de aumentar a participação das energias renováveis no Amazonas.

O tema em debate era sobre energia solar, já aderida pela maioria dos Estados no Brasil. O especialista no assunto, Pedro Mouta, explicou na TV Tiradentes que esse tipo de energia reflete como alternativa na redução dos custos de consumo, em até 90%, ele destacou o apoio do deputado Adjuto Afonso na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). Ao final da entrevista, o apresentador Ronaldo Tiradentes recebeu uma mensagem, via celular, do titular da Sefaz, confirmando a adesão do Amazonas. “Nós já pedimos isenção ao convênio de adesão. Paraná e Santa Catarina pediram vistas do convênio e, na próxima reunião, vai ser aprovado”, dizia o texto.

No último dia 28 de fevereiro, o deputado Adjuto Afonso fez um Indicativo ao governo do Estado para que o ICMS da Energia Solar fosse isento, a exemplo do que acontece em outros Estados, que estão incentivando o uso dessa energia, considerada adequada ao clima brasileiro e com retorno econômico, além de manter o meio ambiente equilibrado. “Eu já havia conversado com o Alfredo Paes, e agora, no mês de março isso será tema na reunião do Confaz. Governo do Amazonas vem trabalhando para dar celeridade aos projetos que promovam o desenvolvimento na região”, disse o parlamentar quando soube da notícia.

O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) é um tributo Estadual também aplicável à energia elétrica. O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) publicou o Convênio ICMS 16, de 22/2015, que revogou o Convênio ICMS 6/2013 e autorizou as unidades federadas a conceder isenção nas operações internas relativas ao ICMS sobre o faturamento da energia compensada.

Adjuto Afonso / Foto :  Ney Xavier
Deputado Adjuto Afonso / Foto : Ney Xavier

Com informações da Assessoria do deputado Adjuto Afonso

  • Deputados estaduais destinam R$ 3,5 milhões para a FCecon - Imagem: Assessoria do Deputado Josué Neto

    Deputados estaduais destinam R$ 3,5 milhões para a FCecon

    A proposta que criou as emendas na Assembleia Legislativa do Amazonas (Alem) foi aprovada …
Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Romário Vieira
Carregar Mais Em Política

Leia Também

“O governo federal não tem obrigação de bancar marmanjo”, diz Mario Frias sobre lei de incentivo à cultura

Na última quinta-feira (6/5) durante uma live sobre cristianismo e Lei Rouanet, que inclui…