Menina de 5 anos morre após ser abusada por um enfermeiro monstro e reincidente em Atalaia do Norte

12331

A Pol√≠cia Civil do Amazonas prendeu em Atalaia do Norte (a 1.138 quil√īmetros de Manaus em linha reta), na manh√£ da √ļltima quarta-feira (17/04), por volta das 9h30, o enfermeiro Joc√©lio Gomes Ferreira, 29, denunciado por abusar sexualmente de uma menina de cinco anos nas depend√™ncias de um hospital no local.

A ação foi realizada pela equipe de investigação da 50ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), de Atalaia do Norte, sob o comando do gestor interino da unidade policial, David Morais, em ação conjunta com policiais militares que atuam naquele município.

De acordo com Morais, o crime aconteceu na noite da √ļltima ter√ßa-feira (16/04), por volta das 23h. O policial civil relatou que a v√≠tima estava internada na unidade hospitalar, onde Joc√©lio trabalhava, para tratar uma infec√ß√£o.

Conforme o gestor interino da 50ª DIP, a mãe da criança, uma mulher de 39 anos, teria se ausentado por alguns instantes da ala pediátrica, onde a filha estava internada, para fazer um curativo. Quando retornou ao local, a mãe da menina encontrou o enfermeiro com as calças abaixo do joelho, ao lado do leito da criança.

‚ÄúAo ser questionado pela m√£e da menina sobre as condi√ß√Ķes que se apresentava no local, o infrator justificou que estava retornando do banheiro porque precisava aplicar um medicamento na crian√ßa. Imediatamente, a mulher saiu em busca do m√©dico respons√°vel pelo plant√£o e o levou at√© o leito, onde encontrou a menina sem a fralda descart√°vel que utilizava. A crian√ßa estava com a respira√ß√£o alterada, rigidez nas pernas e vis√≠vel abalo emocional. Em decorr√™ncia disso, a menina teve o estado agravado decorrente do trauma psicol√≥gico causado pela viol√™ncia sexual e veio a √≥bito por volta das 3h20 de quarta-feira (17/04)‚ÄĚ, explicou Martins.

Criança de 5 anos morre após ser abusada por enfermeiro em Atalaia do Norte
Criança de 5 anos morre após ser abusada por enfermeiro em Atalaia do Norte / Foto : Chefão da Notícia

O gestor interino da 50¬™ DIP disse, ainda, que a menina era uma pessoa com defici√™ncia intelectual. Logo ap√≥s o falecimento, o m√©dico, na presen√ßa da m√£e e de duas t√©cnicas de enfermagem, examinou as partes √≠ntimas da crian√ßa, constatando trauma por introdu√ß√£o de objeto contuso, p√™nis ou dedo, no √Ęnus da crian√ßa, que apresentava lacera√ß√Ķes de quatro cent√≠metros na parte inferior. Ent√£o, a diretora do hospital, o m√©dico respons√°vel pelo plant√£o e um conselheiro tutelar formalizaram a ocorr√™ncia na 50¬™ DIP.

‚ÄĚAp√≥s sermos informados sobre o caso, sa√≠mos em dilig√™ncia, junto com a guarni√ß√£o da Pol√≠cia Militar, em busca do infrator, localizado na casa da irm√£ dele, situada na rua Cunha, bairro Centro, em Atalaia do Norte, onde Joc√©lio foi preso em flagrante por estupro de vulner√°vel. Em seguida, n√≥s o conduzimos at√© a delegacia, onde foram realizados os procedimentos cab√≠veis‚ÄĚ, esclareceu o policial civil.

Reincidente – O gestor David Martins informou que em consulta ao Sistema Integrado de Seguran√ßa P√ļblica (Sisp) foi verificado que Joc√©lio j√° respondia, junto √† 2¬™ Vara da Comarca de Iranduba, processos por estupros de vulner√°veis, cometidos em maio, junho e novembro de 2017.

‚ÄúO enfermeiro foi autuado em flagrante por estupro de vulner√°vel. Agora ele ir√° permanecer preso na carceragem da 50¬™ DIP, que funciona como unidade prisional em Atalaia do Norte‚ÄĚ, concluiu.

FOTO: Divulgação /
FOTO: Divulgação /

*Com informa√ß√Ķes Assessoria de Imprensa da Pol√≠cia Civil do Estado do Amazonas.

Coment√°rios