Home Notícias Política Senado pretende abrir a “CPI da Rachadinha” para investigar o roubo do dinheiro público supostamente praticado por Bolsonaro

Senado pretende abrir a “CPI da Rachadinha” para investigar o roubo do dinheiro público supostamente praticado por Bolsonaro

1 minutos tu lês tudo
303

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) afirmou hoje que já tem dez das 27 assinaturas necessárias para a abertura de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar denúncias de “rachadinha” no gabinete do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante seu mandato como deputado federal, entre 1991 e 2018.

Presidente Bolsonaro / Alan Santos/PR/Divulgação

“Estávamos encerrando a noite de ontem com dez assinaturas, e acredito que vamos conseguir [as 27 adesões]”, afirmou Vieira em entrevista ao UOL News Manhã.

Ontem, o parlamentar apresentou pedido para a criação da “CPI da Rachadinha” após a colunista do UOL Juliana Dal Piva publicar uma série de reportagens contendo áudios de uma ex-cunhada de Bolsonaro nos quais ela liga diretamente o presidente a um esquema de “confisco” de salários de ex-assessores.

Confira o áudio que introduz essa saga. Gravações inéditas apontam envolvimento direto de Jair Bolsonaro no esquema das rachadinhas

Comentários com Facebook

Carregar Mais Artigos Parecidos
Carregar Mais De Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Política
Comentários Fechados

Espia Esse Aqui

Presidente David Reis deve estender regime híbrido de trabalho na Câmara Municipal de Manaus

Diante do avanço da variante Ômicron da Covid-19 no Amazonas, em especial na capital do Es…