Home Notícias Política Senado pretende abrir a “CPI da Rachadinha” para investigar o roubo do dinheiro público supostamente praticado por Bolsonaro

Senado pretende abrir a “CPI da Rachadinha” para investigar o roubo do dinheiro público supostamente praticado por Bolsonaro

46 segundos lido
291

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) afirmou hoje que já tem dez das 27 assinaturas necessárias para a abertura de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar denúncias de “rachadinha” no gabinete do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante seu mandato como deputado federal, entre 1991 e 2018.

Presidente Bolsonaro / Alan Santos/PR/Divulgação

“Estávamos encerrando a noite de ontem com dez assinaturas, e acredito que vamos conseguir [as 27 adesões]”, afirmou Vieira em entrevista ao UOL News Manhã.

Ontem, o parlamentar apresentou pedido para a criação da “CPI da Rachadinha” após a colunista do UOL Juliana Dal Piva publicar uma série de reportagens contendo áudios de uma ex-cunhada de Bolsonaro nos quais ela liga diretamente o presidente a um esquema de “confisco” de salários de ex-assessores.

Confira o áudio que introduz essa saga. Gravações inéditas apontam envolvimento direto de Jair Bolsonaro no esquema das rachadinhas

Comentários com Facebook
Receba nossas notícias no seu e-mail 📩:
Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Política

Leia Também

Deputados derrubam veto sobre projeto de Roberto Cidade que autoriza a criação de cursinhos pré-vestibular gratuito

Com 13 votos, os deputados da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), derrub…