Câmara de Coari arquiva CPI e concede licença ao prefeito Adail Filho

283

Na noite da última terça-feira (8), a Câmara Municipal de Coari, presidida pelo primo de Adail Filho, o vereador Keitton Pinheiro, arquivou o pedido de abertura de Comissão Processante para cassar os mandatos do prefeito Adail Filho (PP) e do próprio presidente da Câmara de Coari (PP), Keitton Pinheiro, primo do prefeito.

A CPI havia sido pedida por um morador do município que acusava Adail Filho e Keitton de quebrarem o decoro para permanecer no cargo após as prisões deles no dia 26 de setembro, em operação deflagrada pelo Ministério Público do Amazonas. As prisões foram autorizadas pelo Tribunal de Justiça do Estado.

O resultado de 9 a 3 fez com que o feito se extinguisse e a CPI fosse arquivada.

Devido um dos investigados ser o presidente da casa, a sessão acabou sendo presidida pelo presidente interino o vereador Carlinhos do Bem, que também é da base do prefeito e investigado pelo Ministério Público de envolvimento no ‘mensalinho’ de Coari. O arquivamento do caso deixou ainda mais exposto a subserviência do Poder Legislativo ao prefeito.

Também na mesma sessão, a pedido de Adail Filho, a Câmara concedeu a ele a licença de 15 dias para tratar de assuntos do município. O prefeito está em Manaus, e não retornou mais a Coari, desde que deixou a prisão no dia 03 de outubro, por força de um habeas corpus obtido no Superior Tribunal de Justiça.

A procuradora geral da Prefeitura de Coari, Laura Macedo Coelho, é que assumiu o cargo de prefeita interina, desde a prisão de Adailzinho. Adail mudou a lei, na linha sucessória, talvez prevendo um revés.

Ainda na operação do MP foram presos empresário Alexsuel Rodrigues (da rede de Supermercado Rodrigues) e o sargento da PM, Fernando Lima, assessor do prefeito, liberado dia 03.

O MP acusa o prefeito de desviar aproximadamente R$ 100 milhões.

dail Filho consegue licença da Prefeitura de Coari e ainda se livra de CPIAdail Filho é acusado de desviar aproximadamente R$ 100 milhões (Foto: Divulgação)
dail Filho consegue licença da Prefeitura de Coari e ainda se livra de CPIAdail Filho é acusado de desviar aproximadamente R$ 100 milhões (Foto: Divulgação)

Com informações do De Amazônia

Comentários