Editor executivo do The Intercept Brasil, Leandro Demori revela que só divulgou 1% do conteúdo do material

362

Em entrevista à Rádio Gaúcha, o editor executivo do The Intercept Brasil, Leandro Demori, confessou que só divulgou até agora 1% do material, e que estão tendo todo o cuidado possível para divulgar apenas o material de utilidade pública. Ele disse que não foi capturado pela sua equipe, mas por uma fonte que ele mantém em segredo.

SÃO PAULO, SP, 24.10.2017: FÓRUM-SP – O juiz federal Sérgio Moro e o procurador federal e coordenador da Lava Jato no MPF, Deltan Dallagnol, no Fórum Mãos Limpas & Lava Jato, promovido pelo jornal Estado de São Paulo em São Paulo. (Foto: Jorge Araújo/Folhapress)

Sobre as trocas de mensagens, foi dito que as conversas não eram apenas entre o atual ministro Moro e Deltan Dallagnol na Lava Jato, mas que as conversas tem uma ordem cronológica de mais ou menos 3 anos de conteúdo capturado.

Demori disse que existem fotos, vídeos, documentos, textos, tem tudo. Inclusive, tinha grupo chamado “The Winter Is Coming”, como referência ao “pior que estava por vir”. Existiam muitos grupos temáticos com referência na cultura pop. Ou seja, tudo o que as pessoas normais fazem.

Demori continuou revelando que estão catalogando como um menu de histórias. Tentando conectar os contextos corretamente para que não seja descontextualizada como afirmou o Dallagnol.

Confira a entrevista completa com o Editor executivo do The Intercept Brasil, Leandro Demori

Comentários