Home Notícias Polícia Mãe estrangulou e enterrou de cabeça para baixo a própria filha de 10 anos, segundo a justiça!

Mãe estrangulou e enterrou de cabeça para baixo a própria filha de 10 anos, segundo a justiça!

1 minutos lido
98

A Justiça decidiu que Emileide Magalhães, de 30 anos, que matou a filha Gabrielly Magalhães de Souza, de 10 anos, estrangulada e a enterrou viva de cabeça para baixo vai a júri popular. O crime aconteceu em Brasilândia a 338 quilômetros de Campo Grande, em março de 2020.

O juiz Rogério Ursi Ventura deu a sentença de pronuncia no último dia 6 de abril e Emileide será julgada por homicídio triplamente qualificado, pelo motivo torpe, meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima, corrupção de menor, além da agravante de promoção e organização dos crimes. A mulher foi presa no dia 22 de março de 2020. O irmão da vítima, de 13 anos, foi quem confirmou o fato para a polícia e ainda contou que ajudou a mãe a cometer crime. Na época, o menino revelou que o padrasto estuprava a irmã dele e por isso a mãe teria matado a menina.

Após três meses de sua prisão, o padrasto de Gabirelly tentou pedido de liberdade. Identificado como Piauí, ele foi preso em março em Brasilândia, acusado de ter estuprado a criança.

Estupro e homicídio

Em 21 de março de 2020, o crime foi descoberto pela Polícia Civil do município após a criança ser encontrada enterrada. Foi apurado que a própria mãe, Emileide Magalhães, de 30 anos, foi quem matou a filha a estrangulando e enterrando viva, causando a asfixia da criança.

Ainda nas investigações policiais, foi apurado que em 2019 a vítima chegou a contar para uma colega de sala que estava sendo estuprada pelo padrasto. A colega teria orientado a menina a contar para a professora, mas como a vítima já tinha sido ameaçada pela mãe por conta dos abusos, preferiu manter o silêncio.

A princípio, a mãe da vítima teria cometido o crime por ciúmes do marido, que estuprava a criança. O irmão, três anos mais velho, testemunhou o crime e foi obrigado a ajudar a mãe. Ele também acabou internado na Unei (Unidade Educacional de Internação), mas foi liberado dias depois.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Roger Siqueira
Carregar Mais Em Polícia

Leia Também

Após discussão homem leva terçadada no rosto de “amigo”

Após uma discussão um homem foi gravemente ferido com golpes de terçado, o suspeito de 49 …