Home Notícias Manaus Prefeitura de Manaus prepara campanha Dezembro Vermelho para prevenção e controle do HIV/Aids

Prefeitura de Manaus prepara campanha Dezembro Vermelho para prevenção e controle do HIV/Aids

6 minutos tu consegue ler tudo sem se agoniar
31
Foto – Divulgação / Arquivo Semcom

Com foco nas ações de prevenção ao HIV/Aids, a Prefeitura de Manaus vai iniciar nesta quarta-feira, 1º/12, Dia Mundial de Luta contra a Aids, a programação da campanha Dezembro Vermelho 2021. A ação, executada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), ocorrerá em unidades de saúde e locais onde seja possível manter as recomendações de segurança na prevenção à Covid-19, evitando aglomeração, com o reforço das ações de prevenção e incentivo ao diagnóstico precoce do HIV/Aids, assim como na mobilização da sociedade com o objetivo de reduzir o preconceito e promover o respeito e a garantia dos direitos à saúde de todas as pessoas vivendo com HIV.

Segundo a titular da Semsa, Shádia Fraxe, a rede municipal vai atuar na ampliação da oferta de testagem rápida para o diagnóstico do HIV e de preservativos masculinos e femininos, e também na organização de atividades educativas para orientar a população sobre a importância da prevenção.

“Neste ano, a Semsa já registrou um aumento de 23% no número de testes de HIV (rápido e sorologia) realizados nas unidades de saúde, em comparação com o ano de 2020. Com a campanha Dezembro Vermelho, a meta é ampliar ainda mais a oferta do exame, essencial para a detecção precoce do HIV, o que leva ao início do tratamento. E é importante lembrar que com uma boa adesão ao tratamento, o paciente atinge um nível tão baixo de carga viral, que a chance de transmissão da doença é praticamente nula, evitando o registro de novos casos”, explica Shádia Fraxe.

A chefe do Núcleo de Controle das Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST/Aids) e Hepatites Virais da Semsa, enfermeira Rita de Cássia Castro de Jesus, reforça que a campanha também tem como objetivo chamar atenção para a Prevenção Combinada, estratégia recomendada pelo Ministério da Saúde e que reúne diferentes métodos de prevenção e controle do HIV/Aids, com foco na saúde integral das pessoas.

Os métodos da Prevenção Combinada incluem: a testagem regular para o HIV; a prevenção da transmissão vertical (quando a gestante é soropositiva e pode haver a transmissão do vírus para o bebê); o tratamento das infecções sexualmente transmissíveis e das hepatites virais; a imunização para as hepatites A e B; a redução de danos para usuários de álcool e outras drogas; a profilaxia pré-exposição (PrEP); a profilaxia pós-exposição (PEP); distribuição de preservativos; e o tratamento para todas as pessoas que já vivem com HIV.

“São métodos disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS) e que podem ser utilizados pela pessoa isoladamente ou combinados, buscando a prevenção, a detecção precoce e o atendimento em saúde adequado para as pessoas que vivem com o HIV, o que vai garantir melhor qualidade de vida”, afirma Rita de Cássia.

Estratégias

Além da oferta de teste rápido, que pode ser feito em 134 Unidades de Saúde da rede municipal, e da distribuição gratuita de preservativos masculinos e femininos, de gel lubrificante e das ações educativas, Manaus conta com a oferta de serviços testagem rápida por fluido oral (realizada por organizações não governamentais) e autoteste para HIV, Profilaxia Pós-Exposição, disponível na rede estadual, e a Profilaxia Pré-Exposição (PrEP).

“A profilaxia pré-exposição consiste no uso diário de uma medicação antirretroviral, que tem a função de impedir que a pessoa seja infectada pelo HIV, e é indicada para um público específico de pessoas com maior chance de entrar em contato com o vírus. O primeiro serviço na rede municipal foi implantado em março deste ano na Clínica da Família Dr. Raimundo Franco de Sá, que até o momento conta com 494 usuários cadastrados e em acompanhamento. A intenção é ampliar esse serviço, com mais três unidades da Atenção Primária sendo preparadas em fase final para a implantação de PrEP”, informa Rita de Cássia.

No ano de 2020, a Semsa implantou o autoteste nos sete serviços municipais de saúde que ofertam o tratamento para pessoas vivendo com HIV. As pessoas com diagnóstico positivo para HIV podem ser acompanhadas em nove unidades da capital, sendo seis Serviços de Atenção Especializada (SAE), estaduais e municipais, e três Unidades Básicas de Saúde (UBS).

No eixo de ação para o combate ao preconceito e discriminação contra pessoas vivendo com HIV, a Semsa estabeleceu parceria com a Unaids, Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids, e a Universidade do Rio Grande do Sul, que lançaram em Manaus, no mês de outubro deste ano, o curso “Zero Discriminação: HIV e Aids”.

“É um curso direcionado para profissionais de saúde e representantes de movimentos sociais, visando à eliminação do preconceito e discriminação”, destaca Rita de Cássia.

Dados epidemiológicos

No período de janeiro a outubro de 2021, Manaus registrou 1.631 novos casos de HIV/AIDS em adultos residentes na cidade. Em comparação com os dados do mesmo período de 2020, é possível observar um aumento do número de casos em aproximadamente 19% (261 casos), mostrando um provável impacto do aumento de 23% na realização de testes.

Dos casos novos de 2021, o sexo masculino aparece com número maior (1.259), quando comparado ao feminino (372). Em relação à faixa etária, há predominância do número de casos entre indivíduos de 20 a 39 anos (1.108).

Para conhecer as Unidades de Saúde com Teste Rápido acesse o site: https://semsa.manaus.am.gov.br/teste-rapido-ists/

Comentários com Facebook

Carregar Mais Artigos Parecidos
Carregar Mais De Alessandro Nuñes
Carregar Mais Em Manaus

Deixe um comentário

Espia Esse Aqui

Prefeitura entrega benefícios eventuais às famílias prejudicadas pelas chuvas

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e C…