Home Notícias Amazonas Amaturá é de longe o pior município contra a Covid-19 do Amazonas. Apenas 11,5% de sua população está imunizada

Amaturá é de longe o pior município contra a Covid-19 do Amazonas. Apenas 11,5% de sua população está imunizada

2 minutos o tempo de leitura
71

O município de Amaturá, no Amazonas, tem o menor percentual de população imunizada com a 2ª dose da vacina contra a Covid-19: 11,5%. O levantamento se baseou em informações dos 5.570 municípios mais o Distrito Federal compiladas pelo Observatório da Covid-19, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a partir da base de dados do Ministério da Saúde.

Os dados foram exibidos pelo deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) durante discurso na sessão plenária desta quinta-feira, 17, na ALE-AM (Assembleia Legislativa do Amazonas).

“Das dez cidades com percentual mais baixo para a 2ª dose da vacina contra a Covid, é do Amazonas o primeiro lugar. O município de Amaturá imunizou somente 11,5% de sua população. Neste ranking, ocupamos ainda o 6º e o 8º lugar, com Santo Antônio do Içá, com 15,7%, e São Paulo de Olivença com 17,1% de seus cidadãos imunizados com a 2ª dose da vacina contra o coronavírus. Este é um troféu que gostaria que não tivéssemos”, disse Serafim ao detalhar os números.

Amaturá (AM) lidera ranking nacional de pior desempenho de vacinação da 2ª dose contra Covid

No top dez de municípios com menor cobertura vacinal da 1ª dose, Amaturá ocupa o 5º lugar, com 26,2% da população vacinada. Já Santa Isabel do Rio Negro ocupa o 6º lugar, com 27% de pessoas imunizadas.

“Lamentavelmente, nós estamos nessa situação. Então, cabe, dentro da lógica do SUS, que a SES-AM coordene esse sistema. Apelo ao ilustre secretário Anoar Samad, que tem sido uma pessoa dedicada e que tem trabalhado em prol da saúde do nosso estado, que faça uma força tarefa em relação a esses municípios que estão com péssimo desempenho na vacinação contra a Covid”, propôs o parlamentar.

Serafim destaca que, enquanto alguns estados já falam em 4ª dose da vacina, o Amazonas segue sendo retrato da desigualdade de imunização.

“Se nós tivermos uma onda mais forte e essa onda chegar a esses municípios, terá um evento devastador, porque, por exemplo, um município que tem apenas 11% da população vacinada significa dizer que 89% da vacinação não alcançou a população”, concluiu.

Serafim Corrêa / Foto : Divulgação
Comentários com Facebook
Carregar Mais Artigos Parecidos
Carregar Mais De Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Amazonas

Espia Esse Aqui

Onça pintada é flagrada em vídeo passeando pela famosa Cachoeira do Mutum no Amazonas

Na última sexta-feira (20), por volta das 8:40 da manhã, uma onça pintada foi flagrada cam…