De novo: Anestesista confessa ter e5tuprad0 pacientes e gravado os crimes - No Amazonas é Assim
Nos Siga nas Redes Sociais
Manaus, AM, sábado, 28 de janeiro de 2023

Polícia

De novo: Anestesista confessa ter e5tuprad0 pacientes e gravado os crimes

Publicado

no

Nesta segunda-feira (16/1), a Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (Dcav) prendeu o anestesista colombiano Andres Eduardo Oñate Carrillo, de 32 anos, por estuprar pelo menos duas pacientes sedadas durante cirurgias.

O caso é semelhante ao do anestesista Giovanni Quintella Bezerra, que foi flagrado estuprando uma paciente no momento que ela estava dando a luz cujo. O julgamento de Quintela já começou.

A Justiça expediu o mandado de prisão provisória e busca e apreensão contra Andres por estupro de vulnerável. O anestesista ainda é investigado por produzir e armazenar pornografia infantil em um inquérito remetido para a Vara Especializada em Crimes contra Criança e Adolescentes — a partir do qual a polícia descobriu os abusos.

Publicidade

⚠ Siga-nos no Facebook ⤵ 🏹

Andres Eduardo estava legal no Brasil e com a documentação em dia, ele atuava tanto em hospitais públicos quanto particulares. Ele foi preso na Barra da Tijuca, na própria residência. Quando a equipe da polícia chegou ao local a mulher do médico abriu a porta para os policiais, que acordaram Andres ao lhe dar voz de prisão.

Andres confessou ter estuprado pacientes sedadas e gravado os crimes. O anestesista afirmou em depoimento às autoridades que “aguardava a melhor hora e aproveitava” para cometer os crimes, e que agiu sozinho nos casos de estupro.

O médico afirma que nunca chegou a abusar sexualmente de crianças, mas “satisfaz sua libido vendo imagens e vídeos tanto de meninos quanto meninas”, confessando o crime de armazenamento de pornografia infantil. O anestesista ainda afirmou que “não sabe precisar o motivo pelo qual nutriu dentro de si a compulsão em ver e armazenar pornografia infantojuvenil”.

Em nota, a Polícia Civil do Rio de Janeiro divulgou que os agentes constataram que o médico mantinha armazenado mais de 20 mil arquivos contendo imagens de abuso sexual envolvendo crianças a adolescentes. A análise do material chamou atenção pela gravidade e quantidade de arquivos, que incluíam até bebês com menos de um ano de vida.

Publicidade

⚠ Siga-nos no Facebook ⤵ 🏹

Publicidade

⚠ Siga-nos no Facebook ⤵ 🏹

Deixe seu comentário aqui embaixo 👇…

Agência de Desenvolvimento Sustentável

Facebook

Matrículas 2023 para novos alunos

Matrículas 2023 para novos alunos

Nos Siga no Facebook

Nos siga no Facebook ⤵. Isso é muito importante pra gente 💚

O Trabalho Não Vai Parar

O Trabalho Não Vai Parar!

Governo do Amazonas

Bora Falar de Direito?

Confira as dicas de direito

Prefeitura de Manaus

Últimas notícias da Prefeitura de Manaus

Assembleia Legislativa do AM

Últimas Notícias do TCE-AM

Últimas Atualizações