Surge um novo personagem no caso. O mesmo que solicitou Habeas Corpus do goleiro Bruno Fernandes

2595

H√° mais de um m√™s no desenrolar da situa√ß√£o, o Caso Neymar j√° √© o mais longo dos √ļltimos tempos. Isso porque continua sem previs√£o para acabar. Por√©m, nesta semana, um novo personagem entrou no caso. O militar reformado da Marinha, Jo√£o Carlos Augusto de Melo Moreira.

Jo√£o Carlos entrou com um pedido de habeas corpus em favor de Najila Trindade. O aposentado, que entrou de inxirido no caso, n√£o tem qualquer conex√£o direta com o caso e teve o pedido negado pelo Tribunal de Justi√ßa de S√£o Paulo na √ļltima ter√ßa-feira (18).

Na peti√ß√£o, o capit√£o-de-fragata reformado requereu medidas protetivas a favor de Najila que, segundo ele, estaria sendo v√≠tima de persegui√ß√£o ap√≥s fazer a den√ļncia. O desembargador Fernando Torres Garcia indeferiu o pedido, alegando que se a modelo necessitar de medida protetiva, o pedido deve partir dela. Procurado, o advogado de defesa de Najila Trindade afirmou que n√£o tinha conhecimento de nenhum habeas corpus em favor de sua cliente.

Em contato com o UOL Esporte, Jo√£o Carlos Moreira disse que sua inten√ß√£o foi proteger a honra e a dignidade da modelo. “Tenho casa na Barra da Tijuca e j√° tive muito contato com jogador de futebol. E conhe√ßo como funciona esse meti√™ deles. E tem gente que √© ligada ao jogador que j√° me informou que aconteceu muitas das coisas que a suposta v√≠tima denunciou. Ela est√° sendo praticamente pressionada e o poder aquisitivo do jogador √© muito alto”, disse.

“Ela tem o direito de ser respeitada, o que est√° previsto na constitui√ß√£o que √© o respeito √† privacidade, √† honra, √† imagem e tamb√©m o princ√≠pio da dignidade humana. O que esse jogador est√° fazendo e o estafe dele √© uma verdadeira execra√ß√£o moral dessa mo√ßa. Essa mo√ßa est√° na m√≠dia direto, as imagens √≠ntimas dela j√° foram expostas. Independentemente de ela ser uma prostituta, de ela ser uma aproveitadora, ela √© um ser humano, √© uma pessoa que merece respeito como qualquer outra pessoa. Ele n√£o tinha direito de fazer o que fez com ela”.

Jo√£o Carlos Moreira j√° √© conhecido do sistema judici√°rio brasileiro. Em seu nome j√° foram protocoladas dezenas de pedidos de habeas corpus em casos com os quais o militar n√£o tem liga√ß√£o direta, possibilidade prevista no sistema judici√°rio do pa√≠s. Com resid√™ncia em Fortaleza e no Rio de Janeiro, Moreira pediu em 2010 habeas corpus para o goleiro Bruno Fernandes, √† √©poca acusado do homic√≠dio de Eliza Sam√ļdio. Em 2017, pediu outro HC em favor do ent√£o presidente Michel Temer e contra a decis√£o do ministro Edson Fachin de abrir inqu√©rito. Os pedidos foram feitos √† revelia da defesa dos acusados.

Em 2015, o militar, que se identifica como engenheiro, tamb√©m entrou com um pedido de impeachment contra a ent√£o presidente Dilma Rousseff. O requerimento acabou arquivado por Eduardo Cunha, na √©poca presidente da C√Ęmara dos Deputados.

O militar afirmou que j√° agiu em benef√≠cio n√£o s√≥ de pessoas famosas em casos de grande repercuss√£o, mas tamb√©m em nome de an√īnimos de baixo poder aquisitivo. E que vai continuar fazendo. “Estou fazendo o que o ser humano deveria fazer com seu pr√≥ximo. J√° fiz isso e n√£o foi s√≥ porque o caso est√° na m√≠dia. Fiz isso por pessoas pobres que me pediram e eu fiz no passado e vou continuar fazendo. Porque se existe uma coisa que tem que ser respeitada √© a honra, a dignidade, a imagem, a privacidade e o princ√≠pio da dignidade humana. Todo mundo tem que ser respeitado, independentemente de voc√™ ser ladr√£o, honesto ou n√£o, n√£o interessa. Todo mundo merece respeito”, afirmou.

Militar pediu medidas protetivas a Najila Trindade

No pedido de habeas corpus a favor de Najila, enviado pelos Correios de sua casa no Rio para um tribunal em S√£o Paulo, o engenheiro afirma que a modelo √© v√≠tima de “pr√©-julgamento como sendo oportunista” e que sua integridade f√≠sica pode estar em risco. Por isso, pede √† Justi√ßa que Neymar seja impedido de chegar perto dela, frequente bares ou saia do pa√≠s sem autoriza√ß√£o.

Ao negar o pedido, o desembargador Torres Garcia escreveu que n√£o viu ind√≠cios de que Neymar esteja colocando em risco a modelo. “Se a v√≠tima realmente pretender a imposi√ß√£o de medidas de prote√ß√£o em seu favor, cabe a ela – e exclusivamente a ela – utilizar-se dos mecanismos previstos na legisla√ß√£o, representando ao membro do Minist√©rio P√ļblico ou ao Juiz da causa”, escreveu o presidente da se√ß√£o de direito criminal do Tribunal de Justi√ßa de S√£o Paulo.

Jo√£o Carlos Moreira discordou da decis√£o do desembargador e afirmou que vai enviar um pedido de recurso ordin√°rio ao Tribunal de Justi√ßa de S√£o Paulo. “Ele recusou meu habeas corpus alegando que n√£o tinha o sujeito coator, que √© o sujeito ator do suposto crime. Mentira dele. Porque no meu habeas corpus est√° bem claro que o sujeito coator √© o senhor Neymar Jr. Me admira o desembargador, que √© um homem de not√≥rio saber jur√≠dico, recusar um habeas corpus que est√° bem fundamentado, que mostra as not√≠cias veiculadas”, disse.

Najila Trindade tem ligação horripilante com o goleiro Bruno e caso tem reviravolta surpreendente

Coment√°rios