Home Notícias Política Deputados estaduais do AM emitem nota de repúdio sobre acusações da Deputada Joana D´Arc

Deputados estaduais do AM emitem nota de repúdio sobre acusações da Deputada Joana D´Arc

1 minutos lido
161

Nesta sexta-feira (4/12), 16 Deputados estaduais do Amazonas emitiram nota repudiando as declarações da Deputada Joana D’Arc na sessão da última quinta-feira (03), durante sessão plenária na Assembleia Legislativa do Amazonas, onde ocorria a eleição para a Mesa Diretora (biênio 2021/2022).

Deputados estaduais do AM emitem nota de repúdio sobre acusações da Deputada Joana D´Arc – Imagem: Divulgação

Na ocasião, durante discurso, a deputada Deputada Joana D’Arc acusou, sem apresentar provas, o deputado Roberto Cidade (PV) de oferecer R$ 200 mil para cada parlamentar em troca de voto para o mesmo ser eleito para a presidência da Casa.

Confira a nota na íntegra.

Nota de Repúdio

Os 16 deputados estaduais, eleitos democraticamente pelo povo amazonense, que votaram para a presidência da Assembleia Legislativa do Amazonas, no Deputado Roberto Cidade, vêm à publico manifestar seu repúdio pelas declarações caluniosas e levianas proferidas pela Deputada Joana D’Arc na sessão da última quinta-feira (03).

O voto de cada deputado constitui prerrogativa do mesmo, que em nome dos amazonenses, exerce esse direito dentro da sua autonomia parlamentar, regido pelo respeito e independência entre os poderes constituídos e alicerçado no apoio irrestrito ao Estado Democrático de Direito bem como pelo zelo à Constituição Federal e do Amazonas.

A Constituição Federal, em seu art. 53, e a Constituição do Amazonas em seu art. 22, asseguram a inviolabilidade dos deputados por seus votos. Portanto, dentro desta imunidade os deputados têm o dever de votarem conforme sua própria vontade, firmes no propósito de reverência ao povo, às leis e à Constituição.

A eleição para a Mesa Diretora (biênio 2021/2022), respeitou todos ritos próprios, agindo dentro da legalidade, e, sobretudo, garantindo a cada Deputado o exercício de seu direito de voto, devendo ser respeitado o resultado que elegeu por maioria parlamentar os novos membros da Mesa Diretora.

 

Comentários com Facebook

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por No Amazonas é Assim
Carregar Mais Em Política

Leia Também

Vice-Presidente da Câmara Federal, Marcelo Ramos diz que não tem como continuar no PL após chegada de Bolsonaro

Nesta manhã (30), a política nacional deu mais uma modificada após o Presidente Bolsonaro …