Nos Siga nas Redes Sociais
Manaus, AM, sábado, 01 de outubro de 2022

Brasil

Enchentes deixam rastros de morte e destruição em Alagoas; famílias perdem bens e buscam alternativas

Publicado

no

Enchentes deixam rastros de morte e destruição em Alagoas; famílias perdem bens e buscam alternativas

As enchentes causadas pelas fortes chuvas que atingiram vários municípios de Alagoas deixaram rastros de destruição em diversos pontos do estado situado no nordeste do Brasil. Em decorrência dos temporais, foram registrados alagamentos de ruas, deslizamentos de barreiras e um aumento alarmante do nível dos rios e lagoas.

Como consequência dos danos causados, pelo menos seis mortes foram registradas em território alagoano e milhares de famílias perderam seus pertences, automóveis e até a própria casa. Várias rodovias estaduais e federais que ligam os municípios do estado foram interditadas após comprometimentos na estrutura, como por exemplo, o rompimento em tubulações, erosão nas bases de pontes, deslizamento de barreiras e rompimento nas vias.

Diante do cenário de destruição, a Defesa Civil de Alagoas realizou um levantamento para identificar o número de pessoas afetadas diretamente pelas enchentes no estado.

De acordo com o último boletim divulgado pela Coordenadoria Estadual da Defesa Civil, o total de desabrigados e desalojados em Alagoas chegou a 66.157 pessoas. O município com o maior número de cidadãos atingidos pelo temporal continua sendo Rio Largo, com 6.801 desalojados e 199 desabrigados. A capital alagoana, Maceió, vem logo na sequência, com 3.498 desabrigados e 1.221 desalojados. Outras cidades que registraram um alto número de pessoas afetadas são Marechal Deodoro (3.820), São José da Laje (3.883), Pilar (3.726), Coruripe (3.935), Cacimbinhas (3.768), Atalaia (3.350) e Jacuípe (3.000).

Entenda a diferença entre desabrigados e desalojados:

Desalojado: Cidadão que foi obrigado a abandonar a habitação de forma temporária ou em definitivo, devido a evacuações preventivas e destruição ou avaria grave decorrentes do desastre, e que, não necessariamente, carece de abrigo provido pelo Governo.

Desabrigado: Cidadão que teve a habitação afetada por dano ou ameaça de dano e que necessita de abrigo provido pelo governo.

Em resposta às perdas de milhares de famílias, foi dado um pontapé inicial em várias campanhas, criadas para tentar, ao menos, minimizar os danos financeiros enfrentados pelas pessoas que tiveram seus bens materiais destruídos pela enchente. Foram incentivadas doações de água potável, alimentos não-perecíveis, cobertores, itens de higiene pessoal, entre outros.

Mais de 50 prefeitos se reuniram com membros do Governo de Alagoas, além de outros órgãos como a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Casal, DEREM e Gabinete Civil para que fossem adotadas medidas de auxílio para quem precisa de recursos. Um dos desafios de quem teve a casa atingida é, além do imóvel, adquirir novamente itens essenciais como geladeiras, fogões, colchões, entre outros.

Algumas famílias que precisam de uma quantia maior do que a ofertada em benefícios ou que não podem aguardar o recebimento dos valores estão optando por solicitar empréstimos pessoais para adiantar a compra de eletrodomésticos e também ou manutenção dos que ficaram danificados e ainda podem ser recuperados.

Todo o mês de julho deve ser de chuva na região do nordeste. Os temporais deram uma trégua, mas vários municípios ainda estão em estado de emergência e o poder público observa atentamente os danos e prejuízos causados pelos desastres naturais.

Além de Alagoas, outros estados do Brasil também foram atingidos pelas fortes chuvas. São eles o Amazonas, Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Santa Catarina.

 

Enchentes deixam rastros de morte e destruição em Alagoas; famílias perdem bens e buscam alternativas

Enchentes deixam rastros de morte e destruição em Alagoas; famílias perdem bens e buscam alternativas

Deixe seu comentário aqui embaixo 👇...

Sou o idealizador do No Amazonas é Assim e um apaixonado pela nossa terra. Atualmente, participo de diversas ações e discussões na área de cultura, comunicação digital, turismo e empreendedorismo, além de ações sociais.

Continue Lendo
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Asfalta Manaus

MANAUSAsfalta Manaus – pavimentando o caminho de uma nova cidade

O cuidado cada vez mais perto

O cuidado cada vez mais perto

Bora Falar de Direito?

Confira as dicas de direito

Agosto dourado: mês de incentivo ao aleitamento materno

Agosto dourado: mês de incentivo ao aleitamento materno

Falando de Contas

Programa do TCE-AM

Facebook

Prefeitura de Manaus

Últimas notícias da Prefeitura de Manaus

Assembleia Legislativa do AM

Últimas Notícias do TCE-AM

Tribunal de Contas do AM

Últimas Notícias do TCE-AM

Últimas Atualizações