Home Notícias Brasil Marido de pastora flagrada em motel pode ser processado pela ungida de Deus!

Marido de pastora flagrada em motel pode ser processado pela ungida de Deus!

3 minutos o tempo de leitura
246

Após a polêmica da traição misturada com abuso sexual do Mendigo de Planaltina, um outro caso tem chamado a atenção de norte a sul. Trata-se do flagra de uma ungida de Deus no motel com seu amante.

O vídeo, compartilhado pelo marido da pastora, tem muito choro e desespero e por isso, houve grande comoção no país. O homem furioso, ainda chuta a porta e agride a mulher empurrando a porta nela. Entre gritos, ofensas e agressões verbais direcionadas à mulher, o homem faz ameaças dizendo que vai expor o casal flagrado. “Isso aqui vai rodar Campo Grande inteiro, todo mundo vai saber”. No caso, da traição que ele sofrera sendo ocasionada pelo Bispo Geovane com a Pastora Edilane (sua mulher).

Se você não viu o vídeo, veja o momento do flagra do bispo com a pastora:

O caso ocorreu um motel de Campo Grande. O que ficou ainda mais cabuloso foi a entrevista dada a um site de notícias , no qual a “pastora” concedeu por telefone, explicando que tudo já esta resolvido entre o “trio amoroso”, ela disse:

Quem nunca errou? – A pastora disse que não está bem. “Já aconteceu, não tenho como voltar atrás. Quem nunca errou que atire a primeira pedra. Enquanto a gente julga, estamos sendo julgados, meu marido já me perdoou, a mulher dele (pastor amante) já perdoou ele.”

O caso teve grande repercussão nas redes sociais, sobretudo por envolver religiosos evangélicos, que são enfáticos ao criticar o adultério durante os cultos.

Mas o caso para o sidrolandense traído, poderá ter um triste fim, pois ele filmou e divulgou vídeo da esposa e pode ser processado ,pois a prática de expor a intimidade de uma pessoa nas redes sociais para se vingar, é conhecida como ‘’revenge porn’’.

Conforme o site Migalhas, a lei 13.718/18 modificou o Código Penal e inseriu um novo crime no ordenamento jurídico, sendo o art. 218-C, que possui a seguinte previsão:

‘’Oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, vender ou expor à venda, distribuir, publicar ou divulgar, por qualquer meio – inclusive por meio de comunicação de massa ou sistema de informática ou telemática -, fotografia, vídeo ou outro registro audiovisual que contenha cena de estupro ou de estupro de vulnerável ou que faça apologia ou induza a sua prática, ou, sem o consentimento da vítima, cena de sexo, nudez ou pornografia: Pena – reclusão, de 1 (um) a 5 (cinco) anos, se o fato não constitui crime mais grave.”.

Ainda segundo o site, quando a exibição de material íntimo é feita por alguém que mantém ou manteve relação íntima de afeto com a vítima, há uma qualificadora, prevista no parágrafo 1º. Neste caso, a pena é aumentada de 1/3 (um terço) a 2/3 (dois terços).

Marido de pastora flagrada em motel pode ser processado pela ungida de Deus!
Marido de pastora flagrada em motel pode ser processado pela ungida de Deus!
Comentários com Facebook
Carregar Mais Artigos Parecidos
Carregar Mais De Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Brasil

Deixe um comentário

Espia Esse Aqui

Madrasta que envenenou enteados todo dia postava orações nas redes sociais querendo suas melhoras!

Uma mulher foi presa acusada de envenear os enteados com chumbinho, inclusive, uma morreu.…