Home Notícias Polícia Mulher é arrastada do trabalho pelo ex-namorado e espancada no meio da rua, em Manaus; Veja Imagens!

Mulher é arrastada do trabalho pelo ex-namorado e espancada no meio da rua, em Manaus; Veja Imagens!

1 minutos lido
243

A promotora de vendas Camila Yuki Saboia, de 21 anos, denunciou o ex-namorado, de 29 anos, por agressão física, no Centro de Manaus, nesta quinta-feira (15). Ela conta que trabalhava quando o homem entrou na loja, a puxou para a rua e cometeu o crime.

Camila disse que os dois discutiram por conta de um desentendimento que tiveram no dia anterior, e as agressões físicas começaram quando ela ameaçou levar o caso à polícia. Na noite desta quinta, ela registrou um Boletim de Ocorrência na Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM).

De acordo com a vítima, na noite de quarta-feira (14), ela estava em uma reunião de família junto do ex-namorado. Em certo momento, ele teve uma discussão com a tia dela e agrediu a familiar.

Saboia relatou, ainda, que enquanto trabalhava, já na manhã de quinta, o homem apareceu e a puxou pelo braço para a Avenida Sete de Setembro. O casal teve uma discussão na rua.

“A gente brigando, ele se descontrolou e eu disse que queria que ele fosse preso pelo que ele fez com a minha tia. Quando falei em prisão, foi quando ele se descontrolou total e começou a me socar, me agredir, na frente de todo mundo e ninguém fez absolutamente nada”, disse Saboia.

Após ter sido agredida pelo ex-namorado, ela contou que voltou até a loja e pediu para que o segurança trouxesse as coisas dela e deixou o local. Ela contou que decidiu ir para casa após ter ficado envergonhada pelo ocorrido no ambiente em que trabalha.

Ainda conforme a vítima, ela e o homem tinham um relacionamento de cinco anos e esta não foi a primeira vez que ela foi agredida por ele. Ela contou que já havia registrado outros dois B.O.s contra o homem pelos crimes.

Com informações do G1.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Roger Siqueira
Carregar Mais Em Polícia

Leia Também

Após darem soco e apontarem arma na cara de um aviãozinho, casal é guizado por facção

Mostrando que o crime não compensa e que existe um suposto código de ética, um casal foi c…