Home Notícias Polícia Após oferecer R$ 40 mil pelo assassino de Lucas Guimarães, não demorou para prenderem o pistoleiro Silas

Após oferecer R$ 40 mil pelo assassino de Lucas Guimarães, não demorou para prenderem o pistoleiro Silas

3 minutos tu consegue ler tudo sem se agoniar
885

No dia 01º de setembro de 2021, em uma cafeteria na Avenida Ayrão, bairro Praça 14, na zona sul de Manaus, o sargento do Exército Lucas Ramon Silva Guimarães, de 29 anos, foi morto a tiros. A execução aconteceu por volta das 18h30. Lucas ainda chegou a ser socorrido para um hospital particular, localizado ao lado do local do crime. Ele foi atingido por três tiros na cabeça, não resistiu aos ferimentos e morreu. As imagens do assassino foram divulgadas e o crime ganhou o noticiário local policial. Lucas era casado e estava tendo envolvimento com uma outra mulher também casada.

A polícia então chegou nos donos do Supermercado Vitória e os prenderam temporariamente enquanto buscavam o pistoleiro responsável. Passou o mês inteiro de setembro e de outubro e a Polícia ainda não havia pego o responsável. Os donos do Supermercado Vitória foram soltos e a família do Sargento morto lamentou o ocorrido.

Então no dia 12 de novembro a família ofereceu R$ 40.000 mil reais de recompensa por informações que levassem ao assassino. O telefone pipocou com notícias dizendo o nome, o local que ele morava e gente jurando de pés juntos que o pistoleiro era o Silas. A Polícia prendeu o Silas que confessou o crime e que havia recebido R$ 65 mil reais para matar o homem.

O advogado Iuri Albuquerque, que atua na defesa da família do sargento Lucas Guimarães disse ao site Band Amazonas que a recompensa foi crucial para a prisão do pistoleiro suspeito de assassinar o militar, em setembro de 2021.

Os pais do sargento do Exército Lucas Guimarães, ofereceram uma recompensa de R$ 40 mil para que a população entregasse à polícia informações que pudessem levar até o paradeiro do assassino do jovem.

Em conversa por telefone com a equipe Band Amazonas nesta terça-feira (23/11), o advogado declarou que a recompensa oferecida pela família foi decisiva nas buscas. Segundo ele, as informações repassadas por meio das denúncias foram confirmadas pela polícia.

“Na verdade, tudo começou com as informações da recompensa, e a partir daí, encontrou-se o suspeito” afirmou Iuri.

Prisão

Silas Ferreira da Silva, de 26 anos, foi preso na noite desta segunda-feira (22/11) pelo homicídio do sargento do Exército, Lucas Ramon Silva Guimarães, que confessou o crime e afirmou ter recebido R$ 65 mil, segundo a polícia.

De acordo com o delegado titular da DEHS, Ricardo Cunha, a recompensa contribuiu para que a polícia encontrasse o suspeito.

Os pais do sargento do Exército Lucas Guimarães, ofereceram uma recompensa de R$ 40 mil para que a população entregue à polícia informações sobre o assassino do jovem, que ainda não foi identificado. O pedido foi feito em uma coletiva realizada pelo casal no dia 12/11.

Silas Ferreira da Silva confessou o crime e afirmou ter recebido R$ 65 mil – Foto: Vitor Masullo / TV Band
Comentários com Facebook

Carregar Mais Artigos Parecidos
Carregar Mais De Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Polícia

Deixe um comentário

Espia Esse Aqui

Jovem visita ex-companheiro e morre com balaço na cabeça. Facção assumiu autoria do homicídio

Na tarde da última quinta-feira (20), uma moça identificada como Alice Passos, 20, foi enc…