Em Manaus, polícia apresenta suspeitos de estuprar bebê em motel

409

Nesta sexta-feira (1/9), um casal de peruanos, suspeito estuprar uma criança de sete meses de idade, dentro de um motel, no bairro Coroado, Zona Leste de Manaus, foram apresentados à imprensa pela polícia.

O casal vai responder pelo crime de estupro de vulnerável e maus tratos por exposição da criança ao risco - Imagem: Divulgação
O casal vai responder pelo crime de estupro de vulnerável e maus tratos por exposição da criança ao risco РImagem: Divulgação

Um médico de 45 anos e uma mulher de 24 (supostamente a mãe da criança), foram denunciados por funcionários do motel após ouvirem choro do bebê em uma das suítes.

A polícia foi acionada e no local encontraram a criança sem roupa. A mulher disse que estava trocando a fralda da bebê pois a mesma estaria suja de fezes, mas a polícia não encontrou nenhum vestígio de fezes da criança na fralda.

O estupro foi confirmado momentos depois de acordo com laudo do Instituto Médico Legal (IML), indicou ainda que não é a primeira vez que a bebê é estuprada, segundo contou a Delegada titular da Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca), Juliana Tuma.

A mãe justificou que permitia os abusos porque gostava muito do parceiro e não tinha coragem de denunciá-lo, a mulher disse ainda que sofria ameaças por ele.

A m√£e da crian√ßa disse ter sido abusada pelo peruano quando ainda era adolescente, relatou ainda que foi trazida do Peru para trabalhar de dom√©stica na casa da m√£e do m√©dico, que √© seu primo de 2¬ļ grau. Quando chegou, ela teria sido for√ßada a manter rela√ß√Ķes sexuais com ele, mas depois que engravidou se apaixonou pelo suspeito.

O suspeito se disse inocente e que só falará em juízo.

Coment√°rios