Home Entretenimento Curiosidades O que precisamos para ficar forte e saudável?

O que precisamos para ficar forte e saudável?

2 minutos lido
22

Forte e saudável

 

Como buscar, de uma forma segura, os nutrientes que dão energia sem comprometer a saúde cardiovascular? O cardiologista e nutrólogo, Daniel Magnoni, respondeu essa pergunta.

“Suplementos com taurina, por exemplo, são uma boa opção. Oferecem praticamente os mesmos efeitos de outros componentes, porém sem os riscos vasculares de estimulantes como a cafeína, por exemplo, e contribui com uma série de outros benefícios como imunidade e seu papel regulador dos níveis de colesterol. Vitaminas do complexo B (B2, B6, B3, B12) e minerais também exercem papel fundamental na modulação e regulação de sinais de todo o processo de síntese proteica. Já existem inclusive estas combinações em formato de gomas, o que confere mais praticidade no momento do consumo, diferente de outros produtos existentes”, disse.

Se uma pessoa pratica musculação, com um plano de exercícios com peso, isso exigirá dela a energia como a principal capacidade motora. Isso vai resultar no aumento da força muscular. Por conta disso, uma alimentação balanceada e adequada, tanto na quantidade como na qualidade, com um equilíbrio de macro e micronutrientes é essencial. Isso ajudará na formação, reparação e reconstituição do tecido muscular.

Nutrientes

Então, combinar os treinos de força com um aporte certo de nutrientes, como vitaminas, minerais, proteínas e carboidratos, é uma coisa indispensável para que a pessoa se mantenha saudável e bem disposta.

Para saber quantos nutrientes a pessoa precisa é preciso de um cálculo que varia conforme cada pessoa e o tempo que ela gasta fazendo suas atividades. O recomendável é sempre buscar uma orientação médica para que ele avalie se existe uma déficit antes de começar qualquer programa de atividade física.

“É bem evidenciado na literatura médica que ingestão combinada de vitaminas e minerais, seja antes ou depois do treino, contribui para a síntese de proteína muscular”, ressaltou o chefe da nutrologia do Instituto Dante Pazzanese e cardiologista do HCor.

Essa ingestão de nutrientes deve ser distribuída de uma forma uniforme ao longo do dia. Não precisando acontecer um consumo imediato depois do treino. “Nosso organismo possui um limite de absorção e, desta forma, não convém a ingestão excessiva em um único momento”, explicou.

E a taurina, as vitaminas do complexo B e os carboidratos dão energia durante o exercício e tem um papel importante ergogênico. Ou seja, eles ajudam com a performance nas atividades físicas e, consequentemente, promovem o aumento de massa muscular.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Alessandro Nuñes
Carregar Mais Em Curiosidades

Leia Também

Tutorial: 4 Ferramentas de edição que vão facilitar seu trabalho como Youtuber

Os vídeos são muito populares nos dias de hoje. E a cada dia que passa, mais pessoas se in…