Roberto Jefferson, apoiador do Bolsonaro, pode pegar até 80 anos de prisão por tentar matar 4 Policiais Federais! - No Amazonas é Assim
Nos Siga nas Redes Sociais
Manaus, AM, sábado, 28 de janeiro de 2023

Brasil

Roberto Jefferson, apoiador do Bolsonaro, pode pegar até 80 anos de prisão por tentar matar 4 Policiais Federais!

Publicado

no

Roberto Jefferson, apoiador do Bolsonaro, pode pegar até 80 anos de prisão por tentar matar 4 Policiais Federais!

O ex-deputado federal Roberto Jefferson, que ontem tentou matar 4 policias da Polícia Federal em sua casa, pode responder por uma acusação que o levaria a ser condenado a, no máximo, 80 anos de prisão. Ainda não há ação na Justiça, mas o indiciamento do ex-deputado pela Polícia Federal cita quatro tentativas de homicídio que teriam sido cometidas pelo presidente afastado do PTB.

A pena ficaria nesse patamar se ele for condenado por quatro tentativas de homicídio qualificado em concurso material — quando a pessoa comete dois ou mais crimes distintos em uma determinada circunstância. A pena máxima para tentativa de homicídio qualificado, hipótese mais grave neste caso, é de 20 anos. Nesse caso, ela seria multiplicada por 4. Já o mínimo de pena por estes quatro crimes seria de 16 anos, ou 4 vezes 4, por outro lado.

O homicídio é considerado qualificado se for cometido “contra autoridade ou agente descrito nos arts. 142 e 144 da Constituição Federal, integrantes do sistema prisional e da Força Nacional de Segurança Pública, no exercício da função ou em decorrência dela, ou contra seu cônjuge, companheiro ou parente consanguíneo até terceiro grau”, o que é o caso de policiais federais.

Publicidade

⚠ Siga-nos no Facebook ⤵ 🏹

Jefferson já tem uma condenação criminal por sua participação no Mensalão. Em 2012, ele foi condenado a 7 anos e 14 dias de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ele ficou preso por 15 meses até ganhar o benefício de cumprir o restante da pena em regime aberto. Ele também responde no Supremo Tribunal Federal por calúnia, incitação ao crime de dano contra o patrimônio público e homofobia, acusação que levou a prisão domiciliar em que ele estava até agora.

Após descumprir os termos de sua prisão domiciliar, publicando um vídeo ofendendo a ministra do STF Carmen Lúcia, Jefferson feriu dois policiais que tentaram cumprir a ordem de prisão determinada pelo ministro do STF Alexandre de Moraes. A PF aponta que, durante o ataque, o ex-deputado colocou mais dois profissionais em risco.

Vídeo : Roberto Jefferson atira de fuzil em Policiais Federais e registra tudo em vídeo!

Vídeo : Roberto Jefferson atira de fuzil em Policiais Federais e registra tudo em vídeo!

Deixe seu comentário aqui embaixo 👇…

Divulgamos em nosso portal as principais notícias, nossas belezas naturais, nossa cultura ribeirinha, além dos já conhecidos assuntos meramente cômicos. Nos siga nas redes sociais @noamazonas.

Agência de Desenvolvimento Sustentável

Facebook

Matrículas 2023 para novos alunos

Matrículas 2023 para novos alunos

Nos Siga no Facebook

Nos siga no Facebook ⤵. Isso é muito importante pra gente 💚

O Trabalho Não Vai Parar

O Trabalho Não Vai Parar!

Governo do Amazonas

Bora Falar de Direito?

Confira as dicas de direito

Prefeitura de Manaus

Últimas notícias da Prefeitura de Manaus

Assembleia Legislativa do AM

Últimas Notícias do TCE-AM

Últimas Atualizações