TRETA na ALEAM! Dermilson Chagas desrespeita colega e ainda joga “beijinho”

794

Na manhã desta quarta-feira (10), o deputado estadual Dermilson Chagas (PP) foi acusado de desrespeito pela Deputada Joana D’Arc (PR) durante sessão na Assembléia Legislativa do Estado (Aleam). Vários parlamentares se envolveram na discursão gerando uma grande confusão no Plenário Ruy Araújo.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A cena aconteceu durante a fala da deputada na tribuna, que discursava sobre violência obstétrica, e logo após conceder parte da fala ao deputado, ele atravessou sua fala e tentou “ganhar no grito”, segundo a Protetora dos animais.

Ainda segundo a deputada, após o desrespeito, ele ainda “mandou beijinhos” e ficou chamando-a de “linda” como forma de desviar a atenção.

Eu estava me manifestando no meu tempo regimental, de forma democrática, e concedi uma parte ao deputado, e no momento que fui finalizar minha fala e ele atravessou minha voz, eu pedi que ele pudesse deixar que eu terminasse de falar, e ele tentou ganhar no grito, mas o mais grave disso foi que depois, nos bastidores, ele ficou na bancada dele mandando beijinhos, falando frases que a gente tá averiguando e chamando de linda“, disse D´Arc.

Joana afirmou que não é a primeira vez que Dermilson age dessa forma, ela denuncia o deputado por ter a mesma atitude com a também deputada Alessandra Campêlo, que também saiu em defesa da deputada durante o bate-boca.

“Infelizmente temos que lidar com isso dentro de uma casa legislativa, que tem um deputado que não é a primeira vez que ele faz isso, e eu faço essa denúncia, ele já fez isso uma vez com a deputada Alessandra Campêlo, e é muito feio quando um homem de uma forma totalmente machista, quer impedir uma mulher que no seu tempo regimental e depois de ter dado a fala pra ele e ter calada escutando ele falar e ele atravessar e querer ganhar no grito, isso é uma realidade que não é vista só na assembléia, mas em todos os lugares e todos os dias”, disse a parlamentar.

A deputada ficou indignada, e prometeu analisar as condutas do deputado e verificar quais medidas serão tomadas.

Espero que ele tenha a humildade de reconhecer o seu erro, de respeitar uma mulher e caso eu veja que isso tá indo muito pra frente, que o desrespeito continua a acontecer, eu vou verificar quais as medidas a tomar, porque eu não vejo que o mais grave seja a comissão de ética, o muito grave é a importunação sexual que foi tão falado no carnaval e tá positivada e prevê pena pra quem comete isso, e a gente fala tanto isso aqui na assembleia em defesa das mulheres e a gente acaba vendo isso com nossos próprios olhos“, finaliza.

Assista a cena na íntegra.

Comentários