Josué Neto pede que Comissões da Aleam investiguem agressões contra professor do Colégio Militar da Polícia Militar I

72

O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), Josué Neto, solicitou que as Comissões de Segurança e Educação da Casa apurem as agressões sofridas por um professor lotado no Colégio Militar da Polícia Militar I (CMPM I), localizado no bairro Petrópolis, Zona Sul de Manaus.

Josué Neto pede que Comissões da Aleam investiguem agressões contra professor – Imagem: Divulgação

Em Boletim de Ocorrência registrado no 3° Distrito Integrado de Polícia (DIP), um professor de língua portuguesa relatou que foi ameaçado de morte e agredido fisicamente por um oficial da PM. A situação, de acordo com Josué Neto, precisa ser apurada, já que a comunidade não pode admitir condutas como essa dentro do ambiente acadêmico.

Peço aos presidentes das Comissões, deputado Cabo Maciel e Therezinha Ruiz, que acompanhem essa situação. Precisamos ouvir todas as partes envolvidas e aqui não estou passando a mão na cabeça do professor, mas não podemos admitir essa postura de nenhuma das partes”, comentou Josué Neto.

Para o deputado, todas as questões divergentes dentro da escola devem ser resolvidas pelos meios legais, citando a abertura de processo administrativo como a melhor maneira de dirimir e esclarecer os impasses e possíveis desvios de conduta por parte de servidores.

A última coisa que os pais que deixam seus filhos nas escolas, muitas vezes em busca até da alimentação ofertada por meio da merenda escolar, é que ele seja submetido a um ambiente de agressão”, ponderou Josué Neto.

Na segunda-feira (16/9) o presidente da Aleam já havia feito um vídeo pedindo investigação sobre o vídeo do professor agredido lotado no Colégio Militar da Polícia Militar I (CMPM I)

Confira:

Comentários