Neymar é intimado pela polícia por divulgar de fotos íntimas da mulher que o denunciou por estupro

1617

Nesta segunda-feira (3/6) a Polícia Civil intimou Neymar a prestar depoimento a respeito do conteúdo compartilhado pelo jogador, contendo fotos íntimas de uma mulher. Ele deverá ser ouvido na sexta-feira (7).

No último sábado (1), o atacante da Seleção Brasileira divulgou uma captura de tela de uma suposta conversa com a mulher que o acusou de estupro em Paris, no dia 15 de maio. No diálogo, com alto teor sexual, além de provocações verbais, a jovem encaminha algumas fotos íntimas, mostrando partes do corpo.

Neymar é intimado pela polícia por divulgar de fotos íntimas da mulher que o denunciou por estupro – Imagem: Divulgação

Neymar será investigado pela Delegacia de Crimes Verbais, pelo crime previsto no artigo 218 do Código Penal, que determina a prisão por um ou cinco anos, ao “oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, vender ou expor à venda, distribuir, publicar ou divulgar, por qualquer meio – inclusive por meio de comunicação de massa ou sistema de informática ou telemática –, fotografia, vídeo ou outro registro audiovisual que contenha cena de estupro ou de estupro de vulnerável ou que faça apologia ou induza a sua prática, ou, sem o consentimento da vítima, cena de sexo, nudez ou pornografia”.

No mesmo vídeo em que o jogador divulgou o conteúdo, ele afirma que “foi uma armadilha” e ainda diz “eu acabei caindo”, e, por essa razão, estaria se retratando publicamente. Até o momento, o pai de Neymar foi o único a falar sobre a acusação de crime virtual: “Preservamos, sim, a menina. O Neymar quis mostrar a verdade. Eu prefiro um crime de internet do que um crime de estupro”. É possível que a data do depoimento seja alterada, já que o jogador estará a trabalho em Porto Alegre na data prevista.

Comentários